google-site-verification=icrfulVCa1cGyA2LBKHv9vRc4YHADCZpL3o9J_OAUhc
 

Marketing Olfativo: quais empreendimentos e segmentos mais indicados?



O marketing olfativo é uma estratégia adotada por diversos segmentos corporativos que usam aromas como "gatilhos" olfativos para gerar valor e reconhecimento à marca. Também é utilizado para aumentar vendas de produtos e serviços através de oferta de uma experiência sensorial e conceitual aos clientes.

Segundo pesquisa realizada pela Focus in Future, ambientes perfumados podem aumentar em até 80% a intenção de compra do consumidor. O relatório também apurou que esses mesmos ambientes podem aumentar em até 40% o tempo de permanência na loja, elevando em 18% a probabilidade de compra.

Embora milhares de empreendedores já o utilizem em suas empresas, ainda há uma certa resistência no uso de aromas como técnica de vendas aqui no Brasil. Parte dessa resistência, no entanto, é explicada pela falta de um conhecimento mais profundo sobre o assunto. Com poucos materiais e pesquisas realizadas, é normal o surgimento de dúvidas sobre o conceito e aplicação da técnica dentro das empresas.


1 - Hotelaria

Hotéis, pousadas, hosteis... todo negócio que envolva acomodação e hospedagem combina e muito com o marketing olfativo. E esse é o segmento que mais investe em aromatização de ambientes aqui no Brasil. Você sabe por que? É simples!

Aplica-se a mesma ideia mercadológica usada em negócios que usam aromas para vender mais. Só que no caso das hospedagens o objetivo é fazer com que o hóspede fique por mais tempo nas acomodações e volte mais vezes. Para isso é preciso oferecer as melhores sensações, como tranquilidade, bem-estar, relaxamento etc.

Para que isso aconteça basta escolher aromas que combinem essas propriedades mais relaxantes e utilizá-los corredores, banheiros, recepção, quartos etc.

2 - Cama, mesa e banho

Outro setor onde o Marketing Olfativo costuma ser muito utilizado é o famoso Cama, Mesa e Banho. Aplica-se a mesma ideia de oferecer um ambiente relaxante. Lojas dessa segmento costumam investir em aromatização para provocar um desejo de compra pelo conforto dos produtos (como colchões e roupas de cama). Esse desejo pelo conforto é potencializado pela sensação de bem-estar vinda do aroma aplicado no ambiente.

3 - Vestuário

O vestuário é um dos setores mais aquecidos no comércio brasileiro e fortemente impulsionado em datas comemorativas. No Dia das Mães e no Dia dos Namorados deste ano, por exemplo, teve um aumento de vendas de 220% e 80%, respectivamente, em comparação ao ano de 2020.

E esse setor está fazendo cada vez mais uso da aromatização para aumentar o tempo de permanência do cliente dentro da loja. E também a probabilidade de compra. O que, pelos números, parece que está dando muito certo.

4 - Shoppings

Os shoppings com certeza estão entre os clientes mais assíduos das empresas de aromatização no Brasil e no mundo. Com centenas de lojas - de diferentes segmentos - no seu interior, é muito comum vermos aromatizadores automáticos em corredores, banheiros, praças de alimentação etc.

O objetivo com certeza é oferecer um ambiente convidativo, perfumado e agradável, para que as pessoas fiquem o maior tempo possível e, assim, aumentem a possibilidade de compra.

5 - E-commerce

O e-commerce está em alta já há alguns anos e foi impulsionado com a pandemia da Covid-19. Em 2020, o setor apresentou um aumento de 122% em relação a 2019. Para 2021, com a reabertura do comércio, a expectativa de crescimento é menor, mas ainda sim significativa: 26%, segundo pesquisa da Ebit Nielsen, a maior plataforma de opinião de consumidores no Brasil.

Mas você deve estar se perguntando se é possível utilizar aromatização no e-commerce. Sim, é possível e vem dando muito certo!

Com a desvantagem da perda da "compra por impulso" dos clientes em relação as lojas físicas, e também com o aumento de concorrentes no comércio digital, muitos empreendedores digitais estão buscando um diferencial na hora de enviar as encomendas. E esse diferencial tem sido um "cheirinho" de um aroma agradável. Esse cheirinho pode ser aplicado diretamente no produto ou na embalagem.

Dessa forma, quando o cliente recebe esse produto, é surpreendido com o perfume, o que configura uma boa experiência com o processo de compra pela loja virtual.

Outros negócios que podem usar o marketing olfativo

Não existe uma regra que determine qual segmento pode ou não utilizar o marketing olfativo como estratégia de reconhecimento de marca e aumento de vendas. Cabe a cada empreendedor estar disposto a "sair da caixinha" e oferecer boas experiências para os seus clientes. E uma forma de fazer isso é através do marketing sensorial, neste caso, o olfativo.

É por isso que negócios de segmentos cada vez mais variados estão utilizando aromas como estratégias para alcançarem seus objetivos. Nesse cenário destacam-se lojas de jóias e semi-joias, setor calçadista, academias, eventos sociais, clubes de futebol, escritórios, consultórios e muitos outros.

Se você ainda tem dúvidas sobre o conceito e aplicação do marketing olfativo na sua empresa, entre em contato com a Básico Aroma. Inicie uma consultoria GRATUITA, com atendimento personalizado por um de nossos representantes olfativos. Basta enviar sua mensagem que retornaremos o contato. É só clicar aqui!

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo